terça-feira, 3 de agosto de 2010

Estudos sobre o bem e o mal

Estudos sobre o bem e o mal
Valores: Segundo a Axiologia (teoria dos valores) existem 2 juízos que o compõe:
-Juízo de realidade: quando partimos do fato de que o objeto existe.
-Juízo de valor: quando lhe atribuímos uma qualidade que mobiliza nossa atração ou repulsa.
-Os valores não são, mas "valem". Uma coisa é valor e outra coisa é Ser. Quando dizemos de que algo vale, não dizemos nada do seu ser, mas dizemos que não é indiferente. A não indiferença é a essência do valer.
-Primeiro os valores são herdados, depois debatidos e, por fim, modificados.
Moral e ética:
-Moral: é o conjunto de regras no qual o sujeito age bem ou mal na medida em que acata ou transgride as regras admitidas por um grupo em uma época.
-Ética: é a reflexão sobre as noções e princípios que fundamentam a vida moral.
-A moral social depende da aceitação individual das normas.
-"...Por certo, cada um não deixará de aferrar-se à sua moral; deve, entretanto, aprender a conviver com outras, reconhecer a unilateralidade do seu ponto de vista. Com isso está obedecendo à sua própria moral de uma maneira especial, tomando os imperativos categóricos dela como um momento particular do exercício humano de julgar moralmente. Desse modo, amoral do bandido e a do ladrão tornam-se repreensíveis do ponto de vista da moralidade pública, pois violam os princípios da tolerância e atingem direitos humanos fundamentais (ética)."
Dever e liberdade:
-A obediência à lei escolhida não é coerção - é liberdade. Como juiz interno, a consciência moral avalia a situação, consulta as normas estabelecidas, interioriza-as como suas ou não. Toma decisões e julga seus próprios atos. O compromisso humano é a obediência à decisão livremente assumida. Responsável é a pessoa consciente e livre que assume a autoria do seu ato, reconhecendo-o como seu e respondendo pelas consequências dele.
Desejo e vontade:
-O desejo não resulta de escolha, porque surge em nós com toda a sua força e exigência de realizá-lo. Já a vontade consiste no poder de reflexão que antecede a realização ou não do desejo. Seguir o impulso do desejo sempre que ele se manifesta é a negação da moral e da possibilidade de qualquer vida em sociedade.
Ética aplicada (1970):
-Pode ser dividida em 3 partes:
MICROESFERA: família, matrimônio, vizinhança.
MESOESFERA: política nacional.
MACROESFERA: destino da humanidade.

VESTIBULAR - Dissertação
(UFMG-2003) "Tudo compreender é tudo desculpar?"
Redija um texto, posicionando-se em relação à essa indagação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário